silêncio...

Fiquei algumas semanas longe daqui, mas virose é virose e não se fala mais nisso srrsr...mas creio que isso realmente nem é importante, pois preciso falar de algo que me choca e me trás certa raiva que não sei a onde colocá-la.
Primeiro foi o caso da menina em Goiânia, tão maltratada e humilhada que nem sei como qualificar como que pessoas fazem isso durante tanto tempo sem serem punidas ou denunciadas, fico imaginando onde estão os vizinhos, filhos, marido e os amigos dessa dita empresária... será que alguém assim tem amigos? Eu queria morar em Goiânia em uma hora dessas só para jogar lixos em um indivíduo como esse...

Sobre a garotinha Izabela a minha comoção diante dos fatos tem me levado a questionar várias coisas e não adianta falar que não devemos julgar, pois acredito que todos aqui têm uma opinião sobre o caso ainda mais quem tem filhos e situações assim me enojam como ser humano.
Não acredito em famílias perfeitas, pais perfeitos, avós, acho que cada um tenta fazer a sua parte da melhor forma possível mas tenho ficado horrorizada em como ter filhos virou algo natural ou banal e quando você não quer mais você pega e joga fora na janela, no rio, na rua como se fosse um brinquedo que quebrou e não presta mais.