Então, cá estou eu de novo, mais velha e com mais pensamentos procurando um lugar que eu possa soltar eles no silêncio da minha tela. Não, ainda não casei, não tenho filhos mas sou uma pessoa com muitas obrigações familiares mesmo muitas pessoas achando que não, a verdade é que no fim alguém sempre vai ter que fazer coisas dentro de casa que ninguém quer ou preferiu deixar de canto, não é mesmo? o que eu tenho feito é buscar minha felicidade nas pequenas e grandes coisas e no final é isso que importa não é mesmo? Da para ser responsável com você e com os outros e ao mesmo tempo buscar sua felicidade? Eis a questão.
Voltei para meu cantinho, limpei a poeira e domingo também é dia de recomeço. Toc, toc, alguém aí?






Pessoas queridas do meu coração, que estiveram comigo nesse ano, desejo a vocês muita paz, amor, saúde, pensamentos mirabolantes nesse natal e no ano que esta por vir, feliz 2013 com muitos sonhos realizados para todos, beijos cuidem seeee!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! STAY STRONG!!!!



Nath e eu e meus presentes fofos!!!!!
Presente enviado para minha amiga oculta Carol
Acabei de ver um filme tão fofo que me fez acreditar novamente no amor de alguma forma que se chama "amor e outras drogas", nada como assistir algo assim durante a tarde em um dia que você esta se sentindo perdida e vocês como estão?? espero que tudo bem. Coisas magníficas aconteceram comigo essa semana, primeiro foi o amigo oculto OTH, sim sim da série OTH que eu amo tanto e segundo foi receber o presente ao vivo que foi a coisa mais fofa que aconteceu comigo no ano todo, fiquei toda emocionada. Eu também mandei um presente, fiz uma caixinha de decoupage com a foto da Demi lovato, que minha amiga oculta adora e ela ficou tão feliz que fiquei sem palavras, foi feito de coração, esperando que ela gostasse pelo menos um pouco e foi lindo ler o que ela me escreveu na comunidade. Queria poder ter mais dias assim, mais anos e mais amigos, nem que seja de longe. Essa foi a melhor coisa que me aconteceu no ano todo então vocês devem imaginar como estou feliz, já ansiosa que o próximo amigo ocuto venha com mais alegria e presentes fofos.



Imagine, um mundo onde o individualismo tomou conta de tudo e de todos e para conversar com alguém você tem que ligar para um número e do outro lado uma pessoa qualquer irá atender e você vai conversar,desabafar e falar besteiras porque nesse mundo atual já não existe mais um diálogo como agora, seja na internet ou entre duas pessoas em um determinado lugar
Tive esse sonho e acordei pensando que talvez não seria uma má ideía, ou seria? Maíra sua louca se interne de uma vez porque seus pensamentos são muito bizarros!!!



Acho que não sou muito boa em algo como todo mundo acaba sendo um dia, quer dizer, sou boa para conversar, resolver problemas,cuidar do meu irmão mas acho que isso não da dinheiro nee. Formei em História mas parece que foi ha tanto tempo porque vi que aqui no Brasil não existe essa profissão e agora estou fazendo um curso de computação gráfica sem apoio de ninguém, eu queria muito que desse certo sabe mas é como eu disse, eu não consigo me relacionar igual a maioria faz, às vezes posso estar pensando em outras coisas,em um livro, em um filme e uma parede vai ser feita na frente e nessa hora eu estarei em outro lugar e não é qualquer um que entende isso =/

Da série Greys Anatomy

O bebê que você tem
é o bebê destinado a ter.
Em que está pensando?
"Era para ser assim",
é o que os assistentes sociais
dizem.
Enfim, gosto de pensar
que é verdade.
Mas qualquer outra coisa
parece aleatória...
E se uma coisinha
que eu dissesse ou fizesse
pudesse fazer tudo
desmoronar?
E se eu tivesse escolhido
outra vida para mim?
Ou outra pessoa?
Talvez nunca
nos encontrássemos.
E se eu tivesse sido criada
diferente?
E se minha mãe
nunca adoecesse?
E se eu tivesse
um bom pai?
E se...
E se...
E se...

Sua vida é uma bênção.
Aceite isso. Não importa se é ferrada
ou sofrida. Algumas coisas vão se desenrolar
como se fosse o destino...


No fundo você esta perdida,  você não sabe para onde ir, você quer que alguém te segure e diga que vai ficar tudo bem mas todos estão com pressa e você só quer ir para a chuva, ler um livro, ver um filme, você não consegue viver como os outros, fingir e dizer coisas bonitinhas para agradar.

Do livro O apanhador no Campo de Centeio

Você sabe o que que eu quero ser? — perguntei a ela. — Sabe o que eu queria ser? Se pudesse fazer a merda da escolha?
— O quê? Pára de dizer nome feio.
— Você conhece aquela cantiga: ‘‘Se alguém agarra alguém atravessando o campo de centeio’’? Eu queria...
— A cantiga é ‘‘Se alguém encontra alguém atravessando o campo de centeio’’! — ela disse. — É dum poema do Robert Burns. (...)
— Seja lá como for, fico imaginando uma porção de garotinhos brincando de alguma coisa num baita campo de centeio e tudo. Milhares de garotinhos, e ninguém por perto — quer dizer, ninguém grande — a não ser eu. E eu fico na beirada de um precipício maluco. Sabe o que que eu tenho de fazer? Tenho de agarrar todo mundo que vai cair no abismo. Quer dizer, se um deles começar a correr sem olhar onde está indo, eu tenho que aparecer de algum canto e agarrar o garoto. Só isso que eu ia fazer o dia todo. Ia ser só o apanhador no campo de centeio e tudo.


‎"I know that there are millions, I can't be the only one who's so disconnected. It's so different in my head. Can anybody tell me why I'm lonely like a satellite? 

'Cause tonight I'm feeling like an astronaut sending SOS from this tiny box. And I lost all signal when I lifted off, now I'm stuck out here and the world forgot.

Can I please come down, cause I'm tired of drifting round and round. Can I please come down?" SP.